Agentes da segurança pública marcam data para ‘resposta final’ do governo

Uma reunião com policiais militares, policiais civis, agentes penitenciários e bombeiros, realizada na manhã desta segunda-feira, definiu uma data limite para que o governo de Minas Geraisresponda aos pedidos da classe. Em um novo encontro, marcado para 18 de novembro, o governador Romeu Zema (Novo) dirá se conseguirá atender as vontades dos agentes da segurança pública.

A classe considera que houve “avanços razoáveis” nesta segunda-feira e espera que essa última reunião em novembro resolva a questão da reposição das perdas inflacionárias dos agentes. Líder de deputados e entidades da categoria, o deputado estadual Sargento Rodrigues (PSB) explicou os pedidos.
“Pedimos para que o governo faça o máximo de esforço para adiantar a primeira parcela atrasada, que hoje é de setembro de 2020. Que ele também traga o índice dos pagamentos, que não seja menor que dois dígitos. Por fim, a data do envio do projeto de lei à Assembleia. Esses três pedidos vão ser respondidos em 18 de novembro, que é a última reunião que faremos com o governo”, disse o deputado, ao Estado de Minas. Na reunião desta segunda, por parte do Executivo, participaram os secretários Bilac Pinto (Governo), Mário Lúcio Alves de Araújo (Segurança) e Otto Levy (Planejamento e Gestão). O governo de Minas reconhece as perdas salariais acumuladas entre janeiro de 2015 agosto de 2019, no percentual de 28,82%. O Executivo assumiu o compromisso de recompor as perdas inflacionárias apuradas entre setembro de 2019 dezembro de 2022. O pagamento começaria em setembro de 2020 e iria até março de 2023.
Os agentes de segurança pública do Estado vêm se mobilizando desde o início deste ano contra o parcelamento e o atraso dos salários e o parcelamento do 13º salário.

Fonte:https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2019/10/07/interna_politica,1090932/agentes-da-seguranca-publica-marcam-data-para-resposta-do-governo.shtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here