André Janones vence queda de braço com Governo e valor auxilio emergencial é mantido em R$ 600,00

O valor do auxílio emergencial emergencial não será reduzido. A informação foi confirmada na tarde desta terça feira (29-06), pelo Ministro da Economia Paulo Guedes, e pelo Deputado Federal André Janones.

Nas últimas semanas, foi travada uma longa batalha entre Janones e o Governo Federal, em torno do novo valor do auxílio. Janones, que foi uma das principais vozes na aprovação do auxílio, fez sérias ameaças caso o governo reduzisse o valor, chegando a afirmar que iria expor o nome dos deputados que votassem a favor da redução e até mesmo ameaçando convocar a população para as ruas, caso o governo insistisse em reduzir o valor do auxílio, em uma atitude que ele mesmo classificou como uma “radicalização necessária”. O Deputado também apresentou ao governo fontes para financiar o pagamento, e apresentou um pedido de CPI para investigar o não recebimento do benefício que, segundo Janones, teriam direito a receber. Todas as essas medidas, foram vista por Deputados e senadores, como uma pressao de André Janones, que é listado hoje como um dos Deputados mais influentes do país nas redes sociais, para que o valor não fosse reduzido.

A previsão inicial do governo federal, era o pagamento de 3 parcelas, porém, depois de forte pressão popular, o Presidente Jair Bolsonaro admitiu a prorrogação por mais dois meses. A partir daí, começou-se uma verdadeira queda de braço, com Janones de um lado dizendo que haviam recursos para manter o benefício no atual valor, de R$ 600,00, e Bolsonaro de outro, afirmando não ser possível pagar mais de R$300,00.

Em um dos embates mais emblemáticos, Bolsonaro propos reduzir o salário dos Deputados para manter o valor do benefício. Janones aceitou a redução, e ainda devolveu o desafio, propondo publicamente ao Presidente, que tivesse coragem de cobrar as grandes empresas devedoras da previdência, como Bradesco, Vale, entre outras. No fim, venceu o Deputado.

A vitória de Janones, em prorrogar o pagamento por mais dois meses, e em impedir a redução do valor, além de representar uma grande conquista para os mais pobres e para todos que estão sem renda no momento, também gera um grande desgaste ao governo que, por diversas vezes desmentiu Janones, afirmando que não haviam recursos para manter em R$ 600,00, ao passo que Janones insistia no contrário.

Janones sai fortalecido, e o Governo enfraquecido. Resta agora aguardar as cenas dos próximos capítulos, já que a pandemia está longe do fim, e até lá, muita coisa ainda pode acontecer em Brasília.

Desenvolvimento de software sob medida

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu tenho mto que agradecer o deputado janones se nao fosse pr ele os outros só quetem colocar nos bolso deles e nao tão nem ai com a populações pobres deus adeabencoar o janones vc deveria ser presidente vc é pelo povo sou mto grata obrigado deputado janones

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here