Carnaval de BH terá central de monitoramento de crimes 24 horas

Monitoramento contará com o uso de 1,2 mil câmeras com alcance na região metropolitana, rodovias e aeroportos

Com a expectativa de receber 6 milhões de foliões em Belo Horizonte durante o carnaval, o governo do estado traçou plano de segurança pública, integrando Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e outros órgãos. Toda a operação será controlada no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), localizado na Cidade  Administrativa. As informações foram repassadas durante entrevista coletiva nesta quarta (12).

A sala de situação do centro reunirá 22 instituições, entre PM, PC, Polícia Rodoviária Federal (PRF), CBTU e Infraero. O monitoramento 24 horas será feito por 1,2 mil câmeras com alcance na região metropolitana, rodovias e  aeroportos.
Outra novidade são as duas carretas móveis  do CICC. Elas serão posicionadas em locais de maior aglomeração de foliões na capital mineira.

A Polícia Militar terá 9 mil agentes atuando em BH.  Vão para as ruas policiais do setor administrativo e também de tropas do interior. Serão investidos R$ 14 milhões em todo o estado para as ações da PM.
O Corpo de Bombeiros criou um batalhão específico para atender a  demanda dos 450 blocos  na capital. Foram empenhados para a folia 4,2 mil bombeiros. O reforço, porém, não altera outras ações da corporação, como o resgate das 11 vítimas da  tragédia da Vale em Brumadinho.

fonte: estado de minas

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here