Casos investigados de coronavírus sobem de 19 para 48 em Belo Horizonte

O balanço da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado nessa segunda-feira, registrava quase um terço do número levantado pela prefeitura

O número de casos notificados de Covid-19 (novo coronavírus) em Belo Horizonte mais que dobrou nesta terça-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a capital mineira investiga 48 casos de pessoas que podem estar infectadas pelo vírus; o último boletim divulgado pelo governo do estado registrava 19 ocorrências. No total, a prefeitura recebeu 54 notificações, mas seis foram descartadas. O conceito de casos notificados é diferente do de casos suspeitos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a suspeita só é confirmada após o Ministério da Saúde analisar o caso. Para isso, a pessoa deve apresentar febre e pelo menos um outro sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros), além de ter histórico de viagem para área com transmissão local, de acordo com a OMS, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas. Pessoas que apresentem os sintomas e tenham histórico de contato próximo de caso suspeito para o coronavírus, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas, também são enquadradas nos casos suspeitos. 

Em coletiva nesta tarde, o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, afirma que a antecipação da campanha da vacinação contra a gripe ajuda no combate ao coronavírus. “A antecipação da vacinação livra as pessoas de adquirirem uma doença que se parece muito com o coronavírus. Assim, desafoga o sistema de saúde”, disse. Ele acredita que o número de casos notificados deve aumentar na cidade.  O coordenador da pasta também anunciou que, nesta terça, começa a funcionar um centro especializado para atendimento de casos notificados do Covid-19. O centro funciona integrado a UPA Centro-Sul.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais recebeu a notificação de 54 casos notificados de infecção humana pelo Covid-19 . Todas as notificações recebidas foram avaliadas e discutidas, caso a caso, com as autoridades de saúde do Ministério, Estado e municípios.

A primeira suspeita em Minas Gerais foi notificada no dia 28 de janeiro de 2020 e até a Semana Epidemiológica do total de notificações, 48 que atendem a definição da OMS, permanecem em investigação, quatro foram descartados e nenhum foi confirmado. O secretaria afirma que os novos casos já foram repassados para a secretaria estadual e que os números devem ser atualizados no próximo boletim.

Antes mesmo da suspeição, a administração pública já tinha criado planos de contigência para lidar com eventuais pacientes. Seis hospitais – dois deles em BH – foram selecionados como referência para o encaminhamento em caso de o vírus chegar ao estado.
Em Belo Horizonte, os hospitais da rede pública que estão preparados para receber os pacientes são o Eduardo de Menezes, no Bairro Bonsucesso, para adultos; e o João Paulo II, na Região Central, para crianças.

fonte: Estado de Minas

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here