Coronavírus: BH tem mais um domingo com aglomerações, apesar de decreto de isolamento

No Alto Vera Cruz, dezenas de pessoas estavam nas calçadas, boa parte delas sem usar a máscara; na Lagoa da Pampulha, o movimento foi mais intenso do que nos últimos fins de semana.

Movimentação e aglomeração de pessoas foram registradas em vários lugares de Belo Horizonte neste domingo (3). Mas, a Orla da Lagoa da Pampulha, que está com 17 pontos de bloqueio aos fins de semana, teve um dia mais tranquilo.

Belo Horizonte tem, em vigência há quase um mês, decreto municipal que determina o isolamento social, que proíbe a aglomeração de pessoas por conta da pandemia do novo coronavírus.

Durante a madrugada, o empresário Renato Duarte de Las Casas, de 37 anos, foi preso depois que se negou a pôr fim a uma festa que promovia no apartamento onde mora, no bairro Belvedere, região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com o boletim de ocorrência, ele foi autuado por desacato a policiais militares, resistência à prisão, desobediência à medida sanitária preventiva e, também, por pertubação do sossego alheio.

No Alto Vera Cruz, um bairro com moradores em vulnerabilidade social, dezenas de pessoas se aglomeravam na Rua Tebas, muitas delas sem usar a máscara, que também é uma determinação do decreto municipal. As calçadas estavam lotadas. (foto acima)

No Mangabeiras, um dos bairros com o metro quadrado mais caro da cidade, pessoas caminhavam e corriam na Avenida José do Patrocínio Pontes.

Na Avenida dos Andradas, no bairro Santa Tereza, Região Leste de Belo Horizonte, a pista de caminhada, direcionada pedestres e ciclistas, também tinha grande movimento.

No Anel Rodoviário, era grande também a movimentação de carros.

Já na Região do Barreiro, ruas cheias no bairro Lindeia. Mesmo assim, o dono de um açougue disse que as vendas caíram desde o início do isolamento.

Mas, enquanto os clientes do açougue estavam de máscara, como determina o decreto municipal, o bar ao lado tinha um grupo de pessoas reunido na porta, tomando cerveja.

Lagoa da Pampulha

A orla da Lagoa da Pampulha, que teve domingos movimentados no último mês, teve um domingo (3) com menos movimentação, segundo a Guarda Municipal. Uma das razões é a instalação de 17 bloqueios pela Prefeitura de Belo Horizonte para impedir que as pessoas passeassem ou praticassem esportes.

O bloqueio só é feito aos fins de semana e feriados. O trânsito é aberto nos dias úteis.

Apesar da liberação do trânsito, os pontos turísticos, como a Igrejinha da Pampulha e os mirantes, continuam interditado. Poucas pessoas ignoraram o bloqueio.

fonte: g1


Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here