Coronavírus: pesquisa mostra trânsito 74% menor em BH, mas isolamento começando a afrouxar na capital

No último sábado (18), a circulação pela cidade aumentou pelo terceiro final de semana seguido; a pesquisa analisa dados do trânsito da capital.

Belo Horizonte teve uma queda de 74% no trânsito desde o início do isolamento social, mas, segundo dados de trânsito analisados pelo site coronavirus-mg.com.br, a quarentena tem perdido força na capital. O domingo é o dia da semana que tem maior circulação pela cidade.

Quando o isolamento começou, no dia 18 de março, o trânsito de BH registrou uma queda de 57%. Já no primeiro final de semana do isolamento social, a circulação de pessoas pela capital caiu em 60%.

O final de semana com menos pessoas pelas ruas de BH foi o dos dias 28 e 29 de março. O trânsito teve uma queda de 72,5%. Desde então, as ruas da capital estão ficando cada vez mais cheias, o que indica um afrouxamento do isolamento social.

No final de semana da Páscoa (12 e 13 de abril), a movimentação foi, aproximadamente, 62% menor do que o normal. Porém, teve um aumento de 10% na circulação de pessoas em BH, comparado com o sábado e o domingo anteriores.

A pesquisa indica que aos domingos a população tem buscado alternativas de passeios, aumentando as aglomerações pelas ruas da capital. No dia 5 de abril, pontos turísticos de BH ficaram cheios de pessoas se exercitando e passeando com a família.

Logo depois, a prefeitura interditou os locais, como a Lagoa da Pampulha, Praça do Papa e Praça da Liberdade. Mas a movimentação pelas vias da capital não diminuiu.

Nesse sábado (18), o isolamento teve queda pelo terceiro final de semana seguido. O trânsito registrou cerca de 72% a menos de veículos circulando pela cidade. Porém, 8% a mais de carros do que no sábado do dia 28 de abril, que foi o final de semana com menos pessoas pelas ruas de BH.

Os dados do Waze e do BID consideram tanto a extensão quanto a duração das retenções no trânsito das principais regiões metropolitanas da América Latina. Uma análise publicada pelas empresas sugere que a adesão ao isolamento em Belo Horizonte é proporcionalmente menor que em Brasília, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Isolamento nos dias úteis

Durante a semana, o isolamento tem sido maior. Na última segunda-feira, por exemplo, o trânsito foi 83,5% menor do que o normal. Porem, já é possível visualizar uma queda também nos dias úteis. O pico do isolamento foi no dia 24 de março, quando a circulação diminuiu 89%.

Na última sexta-feira (17), o trânsito teve 20% dos veículos que costumam circular. Quase 2% a mais de movimentação do que na quinta-feira (16).

O isolamento social em BH começou no dia 17 de março, após a prefeitura da capital decretar situação de emergência. No dia seguinte, a prefeitura suspendeu alvarás de funcionamento dos comércios não essenciais, serviços, festas e eventos que poderiam aglomerar pessoas.

A prefeitura de Belo Horizonte publicou mais um decreto na última sexta-feira (17), tornando obrigatório o uso de máscaras a partir da próxima quarta-feira (22). Para evitar idosos nos ônibus em horário de pico, a gratuidade da passagem vai ser suspensa no transporte urbano da capital e da região metropolitana em algumas horas do dia.

fonte: g1

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here