Detentos vão participar de cerimônia de Lava-pés na Grande BH; veja programação de missas

Detentos do presídio de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vão participar da celebração de Lava-pés, uma das mais tradicionais da Igreja Católica. A cerimônia, que repete ato de humildade de Jesus na Última Ceia, está prevista para as 16h desta quinta-feira (18).

O arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, vai lavar os pés dos detentos. A unidade tem capacidade para 65 pessoas e atualmente abriga 132 presos.

Segundo a arquidiocese, nesta celebração, os presos representam os apóstolos, que tiveram os pés lavados por Cristo, antes de ser levado até a cruz.

Na ocasião, é celebrada também a instituição da eucaristia e do sacerdócio. Cristo, na noite em que ia ser entregue, ofereceu a Deus o seu corpo e o seu sangue, na forma do pão e do vinho, e os entregou a seus discípulos.

Programação Semana Santa

Pela manhã, a Missa da Unidade foi celebrada no Estádio Mineirinho, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Foi feita uma homenagem às vítimas do rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH. Bispos e padres renovaram os votos de unidade e compromisso com a Igreja Católica.

Nesta quinta-feira (18), a Missa de Lava-pés será as 20h na Igreja São José, no centro de Belo Horizonte. Em seguida, ocorre a Adoração do Santíssimo, que vai até a meia-noite.

De acordo com a Arquidiocese, na sexta-feira (19), haverá Via Sacra na Praça da Liberdade às 19h30, com estações nos prédios históricos, seguindo também em procissão para a igreja Nossa Senhora da Boa Viagem.

O sábado de Aleluia é dia da Vigília Pascal, que celebra a ressurreição de Cristo em várias igrejas.

O Domingo de Páscoa (21) finaliza a programação com missa às 19h na Igreja São José. Haverá celebrações em cerca de 40 espaços e igrejas da capital mineira.

Também no domingo, Dom Walmor Oliveira de Azevedo fará celebração no Córrego do Feijão, em Brumadinho, às 10h. A comunidade foi atingida pelo rompimento da barragem da Vale em 25 de janeiro deste ano. Até o momento, 231 mortes foram confirmadas e há 46 pessoas desaparecidas.

Para ver a programação completa, acesse o site da Arquidiocese.

Cidades históricas

A Semana Santa também é uma tradição nas cidades históricas mineiras. Ouro Preto, Tiradentes, Mariana e o Santuário do Caraça, na Região Central do estado, divulgaram uma programação que conta com missas, procissões, encenações e eventos para a celebração da fé e da cultura local das cidades.

Em Tiradentes, as tradicionais celebrações já ocorrem há mais de 300 anos. Segundo a prefeitura, as celebrações da Semana Santa começam no dia 14 de abril, com o Domingo de Ramos, e se estendem até o dia 21, no Domingo de Páscoa.

Já em Ouro Preto, os eventos começaram na Quarta-Feira de cinzas, ao último suspiro do carnaval, com a mobilização da cidade para as celebrações da Semana Santa. Na cidade, há alternância de paróquias para sediar as comemorações. Nos anos ímpares, como é o caso de 2019, a Semana Santa é organizada pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição; já nos anos pares a responsável é Paróquia Nossa Senhora do Pilar.

Santuário do Caraça, em Santa Bárbara, espera receber cerca de 700 turistas em cada dia do feriado. Os destaques são a celebração da Paixão de Cristo, concerto de piano com músicas clássicas e até uma ceia de confraternização de Páscoa.

As celebrações em Mariana começam no dia 8 de abril com o Setenário das Dores que vai até o dia 12; e segue do Domingo de Ramos (14) até o Domingo de Páscoa (21). Há missas em diversas paróquias. Também há um cronograma de procissões.

Fonte:https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/04/18/detentos-vao-participar-de-cerimonia-de-lava-pes-na-grande-bh-veja-programacao-de-missas.ghtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here