Em três dias, operação apreende 1,7 mil celulares roubados e furtados em BH

Uma operação em conjunto realizada nas regionais de Belo Horizonte já recuperou e apreendeu aproximadamente 1,7 mil celulares que são produtos de furto, roubo ou de procedência duvidosa. Além disso, mais de dez mil acessórios e aparelhos eletrônicos irregulares foram apreendidos pelos militares e fiscais.

A operação visa combater a receptação de aparelhos celulares roubados, furtados e em situação irregular. A terceira etapa da ação foi realizada nesta segunda-feira (29), nas regionais Norte e Venda Nova.

Nesta etapa, nove pessoas foram presas e 583 aparelhos celulares apreendidos. Além disso, mil aparelhos eletrônicos e acessórios irregulares foram levados pela Receita Federal. A operação acontece em lojas, shopping populares e em pontos de vendas levantados pela polícia.

Outras etapas

A operação começou na última quinta-feira (25), na região do bairro Alípio de Melo. Na ocasião, cinco pessoas foram presas e 395 celulares roubados e de procedência duvidosa foram apreendidos. Cerca de quatro mil equipamentos eletrônicos e acessórios também foram levados.

A segunda etapa foi concluída nas regiões Oeste e Barreiro, onde nove pessoas foram conduzidas e 712 aparelhos celulares e cinco mil acessórios foram apreendidos. Fora os produtos, dois drones irregulares foram levados pelos militares.

A operação é realizada em conjunto pela Polícia Militar, Ministério Público, Receita Federal, Prefeitura de Belo Horizonte e Polícia Civil.

Como recuperar o aparelho?

Caso você tenha sido vítima de furtou ou roubo, é possível que seu aparelho celular esteja entre os apreendidos. Mas, antes, será necessário que a polícia apure cada caso e entre em contato com as vítimas.

De acordo com a Polícia Civil, até o momento, somente os celulares da primeira etapa da operação foram encaminhados para a 1º Delegacia de Polícia Civil da regional Noroeste, região onde a ação aconteceu.

Agora, os policiais farão um levantamento para identificar os verdadeiros proprietários dos aparelhos.

“A Polícia Civil informa que já recebeu os aparelhos apreendidos na primeira etapa da operação realizada na última quinta-feira (25). Neste caso, a equipe da 1º Delegacia Noroeste fará um levantamento dos registros de ocorrência com base nos números de Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei), fornecidos durante o registro de ocorrência de furto ou roubo. Após isso, os policiais entrarão em contato com os proprietários. Caso a vítima não tenha informado o número do Imei durante a ocorrência, ela deve procurar a delegacia da região Noroeste e fazer o complemento, disse a PC em nota.

Em relação a segunda etapa, realizada na última sexta (26) e à terceira etapa, realizada nesta segunda, a Polícia Civil informa que adotará o mesmo tipo de procedimento.

Fonte:https://bhaz.com.br/2019/04/29/operacao-celulares-roubados-bh/

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here