Início Notícias Entre as diversas formas de conexão, Prefeitura conta com 91 pontos de...

Entre as diversas formas de conexão, Prefeitura conta com 91 pontos de wi-fi gratuito espalhados por BH

É difícil nos dias de hoje você ir a qualquer lugar na cidade e não ver alguém com os olhos fixados na tela do celular, não faltam dispositivos e recursos para se conectar à internet e muita gente passa o dia na rede. A Prefeitura de Belo Horizonte, por exemplo, atualmente disponibiliza 91 pontos com acesso gratuito de wi-fi, ou hotspots. Nesta sexta-feira (17), é comemorado o dia mundial da internet. Desde o lançamento, a rede está em constante evolução e a cada dia está mais presente na vida das pessoas.

Para quem hoje já convive com a internet e os recursos que ela oferece como as redes sociais, troca de mensagens, compartilhamento e reprodução de músicas e vídeos, serviços e mais uma infinidade de aplicativos e aplicações, a realidade no início do século era bem diferente.

O padrão de internet wi-fi por exemplo foi lançado no ano 2000, segundo o professor do departamento de ciência da computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Daniel Macedo. Na época, a internet era discada e também havia uma tecnologia de conexão pela linha telefônica padrão ISDN; e os celulares, desconectados, começavam a mandar mensagens de textos.

Em 2001 uma reportagem do MGTV mostrou alguns locais que ofereciam acesso gratuito na capital mineira, como a Biblioteca Pública, onde o usuário podia usar a internet, nos computadores desktop, aqueles brancos, com monitores de tubo e entradas para diskets. Cada um podia usar por 40 minutos ao dia. A novidade atraia a atenção das pessoas.

Conforme o professor, atualmente, levando em consideração uma conexão de 15 megabits por segundo, a velocidade para tráfego de dados na rede é 100 vezes mais rápida que no início do século. A internet banda larga como temos em 2019, ainda era uma novidade, já a internet móvel não existia por aqui.

A rede hoje, principalmente nos grandes centros, está presente na vida de todos. “Eu acredito que a internet no celular já passou o desktop. Tem uma facilidade. É mais interessante acessar a internet em um disposto pequeno. A gente hoje acessa a internet o tempo todo”, destaca o professor.

Agora, quase no fim da 2º década do século XXI, a internet faz parte da vida das pessoas, quase como a energia elétrica e a água. Está virando uma comodites, explica o também professor do departamento de ciências da computação da UFMG Ítalo Cunha. Com relação às novidades, ele destaca a internet das coisas, que abre um leque de aplicações como automação residencial e monitoramento; e o governo eletrônico.

Acesso wi-fi em BH

Os hotspots da Prefeitura funcionam em parques, praças, escolas, centros comunitários e outros equipamentos públicos. De acordo com a Prodabel, cerca de 400 mil acessos são registrados por mês nos pontos disponibilizados pela administração municipal. E cinco mil novos usuários fazem cadastros a cada mês.

Para usar os hotspots da Prefeitura, o cidadão precisa fazer um cadastro. São três horas de acesso diário à internet e ilimitado para acesso ao portal da Prefeitura. Hoje, de acordo com a Prefeitura, são mais de 380 mil cadastros. A meta da atual administração é chegar ao fim de 2020 com 112 pontos e a expansão tem o foco em vilas e favelas. A tecnologia usada é de internet via rádio em 2.4 e 5.0.

Outra alternativa para acesso a internet são os telecentros, espaços nas comunidades equipados com computadores que podem ser utilizados por qualquer pessoa. Atualmente são 304 espalhados pelas várias regiões da cidade.

Fonte:https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/05/17/entre-as-diversas-formas-de-conexao-prefeitura-conta-com-91-pontos-de-wi-fi-gratuito-espalhados-por-bh.ghtml

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here