Ex-The Voice, músico faz ‘vaquinha’ para gravar segundo álbum em BH

O cantor belo-horizontino Felipe de Oliveira, ex-participante do programa The Voice Brasil, da TV Globo, finaliza nesta quarta-feira (18), sua campanha de financiamento coletivo para a gravação do álbum ‘Terra Vista da Lua!’. No último domingo (15), o artista gravou um DVD no Parque Municipal com realização da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Essa não é a primeira vez que o artista, que também é formado em Cinema, utiliza o crowdfunding para financiar seus sonhos. Há três anós, ‘Coração Disparado’ foi lançado pelo selo Under Discos após atingir quase 200% da sua meta. Também naquele ano, Felipe participou do programa musical da Globo e recebeu crítica elogiosa do G1 sobre seu primeiro disco, que figurou na lista de 100 Melhores Discos do Ano, pelo site especializado Embrulhador.

No domingo (15), o artista gravou seu primeiro DVD em evento no Teatro Francisco Nunes, no Parque Municipal, com entrada franca. A atração foi realizada com recursos do edital Cena Plural, da Fundação Municipal de Cultura.

Agora, Felipe quer voar mais um pouco e chegar à Lua com seu novo álbum. Para isso, precisa de apoio do público, que ama a música independente belo-horizontina. Até o momento foram arrecadados quase R$ 14 mil de um total necessário de R$ 33 mil. Pelo sistema de crowdfunding, o apoiador recebe uma recompensa ao apoiar o artista, o que pode incluir ganhar o CD, ir aos shows, além de outras opções. 

“Estamos passando por um período difícil para a viabilização da produção artística. Precisamos, mais do que nunca, da participação de todos”, disse Felipe.

Felipe de Oliveira: saiba mais

Felipe de Oliveira é um cantor graduado em Cinema e com experiência em dança flamenca, que lhe proporcionaram uma visão dramatúrgica para montar seus shows. Estudou canto popular e erudito e estreou na música em 2014, com o espetáculo Histórias do Mundo em Voz e Violão.

Em 2016, participou do programa The Voice Brasil e organizou uma campanha de financiamento coletivo para gravar seu primeiro disco, Coração Disparado, que atingiu quase 200% da sua meta. O álbum, lançado pelo selo Under Discos, tem produção musical de Barral Lima e Erick Krulikowski, recebeu crítica elogiosa de Mauro Ferreira no G1 e figurou na lista de 100 Melhores Discos do Ano, pelo site especializado Embrulhador.

O show estreou no Teatro Bradesco BH e já foi apresentado no palco principal do M.AR.TE Festival, abrindo a noite para João Bosco, também n’A Autêntica (BH), SIM São Paulo, Festival HackTown (Santa Rita do Sapucaí), Mostra de Cinema de Tiradentes, FORMEMUS (Vitória) e no Festival Total 2019, dividindo noite com Filipe Catto, Maria Beraldo, Leo Cavalcanti e As Bahias e a Cozinha Mineira nas cidades de Itabirito, Ouro Preto e São João del Rei.

O artista também participou da série Hit Parade, do Canal Brasil, com Direção de Marcelo Caetano (Corpo Elétrico), recebeu prêmio no Festival Som Plural 2017, pela música Noite Sem Fim, participou do FEJACAN 2019 e integrou o elenco, ao lado de importantes artistas mineiros, de show no Grande Teatro do Cine Brasil, em homenagem a Guimarães Rosa, dentre outras realizações.

Fonte: Hoje em dia

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here