Exército começa a dar apoio à PBH no atendimento a pacientes com suspeita de dengue

Militares do exército vão reforçar o atendimento a pacientes com suspeita de dengue em Belo Horizonte a partir desta terça-feira (7). Cerca de 54 agentes vão atuar em unidades de pronto atendimento e nas tendas de atendimento à dengue.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os militares vão atuar em serviços administrativos como o preenchimento de fichas dos pacientes que chegam às unidades. No primeiro dia de atuação, eles vão passar por treinamentos.

Epidemia

Belo Horizonte passa neste ano por uma epidemia de dengue. A cidade já tem 7.764 casos confirmados da doença em 2019, de acordo com último boletim divulgado na sexta-feira (3). Nenhuma morte foi confirmada na capital. O Barreiro é a região com mais casos registrados – 1.663 –, de acordo com a secretaria. Outros 3.392 mil estão sob investigação.

Até o momento, o mês com maior número de casos confirmados foi março, com 4.254, o que corresponde a 54,8 % das ocorrências no ano; na sequência vem abril com 2.096 (27%); depois fevereiro 1.072 (13,8); e em janeiro foram 342 (4,4%). O número de casos investigados e descartados é de 6.194, segundo a PBH.

Mais recursos para Minas

Municípios das regiões Central, Noroeste e Triângulo Mineiro devem receber, nesta terça-feira (7), os recursos prometidos pelo governo de Minas Gerais para as unidades de pronto-atendimento (UPAs). Os municípios destas regiões têm registrado muitos casos de dengue, inclusive com mortes.

O secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, disse em entrevista ao Bom Dia Minas na última sexta-feira (3) que os recursos enviados a estas regiões devem totalizar de R$ 15 milhões a R$ 18 milhões.

Fonte:https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/05/07/exercito-comeca-a-dar-apoio-a-pbh-no-atendimento-a-pacientes-com-suspeita-de-dengue.ghtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here