Gol do artilheiro, marca, vitória, invencibilidade e vaga na final: o embalo de sábado do Cruzeiro

O Cruzeiro segue colhendo vitórias, com boas atuações, na temporada. No sábado, a equipe de Mano Menezes venceu o América-MG por 3 a 0 no jogo de volta das semifinais do Campeonato Mineiro. A Raposa, que havia vencido o Coelho no primeiro jogo, por 3 a 2, no Independência, podia até perder por um gol de diferença que estaria na decisão do Estadual.

No entanto, o único susto que o time levou foi aos sete minutos, quando Felipe Azevedo aproveitou uma cobrança de escanteio e completou para o gol de Fábio. Seria o gol do América. Seria. Mas o árbitro Leandro Pedro Vuaden foi acionado pela equipe do VAR, reviu o lance na cabine de TV, anulou o gol e deu cartão amarelo para o atacante americano, que havia levado a mão na bola. Depois disso, o que se viu foi um Cruzeiro envolvente, se impondo, criando boas jogadas para vencer o jogo por 3 a 0 e garantir a classificação para a final.

Marca

A vitória começou a ser construída aos 14 minutos, quando o zagueiro Léo, que disputou o jogo de número 350 com a camisa cruzeirense, aproveitou um cruzamento na medida de Lucas Silva e, de cabeça, abriu o placar no Mineirão.

Ele é artilheiro ele

Cinco minutos depois, aos 19, foi a vez do artilheiro do Campeonato Mineiro deixar a sua marca. Fred viu Edilson tomar a bola de Marcelo Toscano, avançar pelo lado direito e cruzar para a área. O camisa 9 mostrou aquela competência na área, cabeceou para o chão e mandou a bola na rede (assista abaixo). Foi o 11º gol dele no Estadual (e na temporada), ampliando a vantagem na artilharia, agora com três a mais que Alerrandro, do Atlético-MG.

Fecha a conta!

Aos 44 minutos do segundo tempo, Rafinha puxou um contra-ataque e lançou Robinho. O meia avançou pelo lado direito da área e cruzou rasteiro para Rafinha finalizar para o gol: 3 a 0 e fim de papo no Mineirão.

Fecha a conta!

Aos 44 minutos do segundo tempo, Rafinha puxou um contra-ataque e lançou Robinho. O meia avançou pelo lado direito da área e cruzou rasteiro para Rafinha finalizar para o gol: 3 a 0 e fim de papo no Mineirão.

AS NOVE VITÓRIAS SEGUIDAS

DATAPLACARCOMPETIÇÃO
7/3Huracán-ARG 0 x 1 CruzeiroLibertadores
10/3Cruzeiro 2 x 0 TombenseMineiro
16/3Tupi 0 x 3 CruzeiroMineiro
20/3Cruzeiro 3 x 0 CaldenseMineiro
23/3Cruzeiro 5 x 0 PatrocinenseMineiro
27/3Cruzeiro 2 x 0 Deportivo LaraLibertadores
31/3América-MG 2 x 3 CruzeiroMineiro
3/4Emelec-EQU 0 x 1 CruzeiroLibertadores
6/4Cruzeiro 3 x 0 América-MGMineiro

Invicto em 2019

O time cruzeirense é o único das Séries A e B do Campeonato Brasileiro que ainda não perdeu nesta temporada. Em 17 jogos (14 pelo Mineiro e três pela Libertadores) foram 13 vitórias e quatro empates. A Raposa marcou 37 gols e sofreu apenas sete. O Mano gostou!

Mano Menezes, técnico do Cruzeiro, aprovou a atuação do Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Mano Menezes, técnico do Cruzeiro, aprovou a atuação do Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Fonte:https://globoesporte.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/marca-gol-do-artilheiro-vitoria-invencibilidade-e-vaga-na-final-o-embalo-de-sabado-do-cruzeiro.ghtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here