Golpe do atropelamento: Homem finge acidente, pede socorro e sequestra mulher em BH

Uma corretora de imóveis de 33 anos viveu momentos de terror, no último sábado (4), ao cair em um novo golpe na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Aline Lima havia acabado de sair do trabalho quando foi surpreendida por um homem ainda desconhecido. Ela entrou no carro e, ao dar ré, ouviu um barulho. Foi então que o autor do crime apareceu. Ele disse ter sido atropelado pela mulher e pediu para ser socorrido. No entanto, no caminho para a unidade de saúde, obrigou a motorista a dirigir para um local ermo com o intuito de roubar pertences dela. “Eu temi pela minha vida”, diz a vítima. O caso foi registrado pela Polícia Militar (PM).

Imagens de câmeras de segurança do local em que a corretora trabalha flagraram o momento em que o autor do crime aparece mancando. Ele simula dificuldade para andar antes de pedir para ser socorrido. O vídeo foi publicado no Facebook por uma amiga da vítima com um pedido para que seja divulgado. O objetivo é evitar que outras mulheres caiam no mesmo golpe.

Ao BHAZ, Aline explica que a abordagem ocorreu ainda durante o início da tarde, por volta de 12h55. “Eu estava saindo da imobiliária, peguei meu carro que estava estacionado no passeio e ouvi um barulho. Quando olhei, vi esse homem saindo de trás do veículo, mancando”, diz. “Eu fiquei preocupada, ele disse que eu o atropelei e pediu para ser levado ao hospital, estava reclamando dores e disse que tinha platina no joelho”, conta.

Preocupada com a situação do homem, a corretora o deixou entrar no carro e começou a dirigir para levá-lo ao médico. No caminho para a unidade de saúde, a desagradável surpresa: “Quando estávamos quase no hospital, ele disse para eu passar direto. Até o tom de voz mudou. Passou a me ameaçar e a me intimidar dizendo que eu não deveria olhar para ele”, explica.

“Eu temi pela minha vida. Não vi se ele estava armado ou não, mas entrei em pânico pensando que poderia ser morta ou estuprada. Ele me fez dirigir até perto da Vila Cemig, em uma rua sem saída, perto de um trilho e de um matagal. Quando chegou lá, pediu dinheiro e coisas de valor. Como eu não tinha, ele me xingava muito. Eu comecei a clamar pela minha vida e, em determinado momento, ele desceu do carro. Eu acelerei e fugi o mais rápido que pude. Depois, fui direto procurar a Polícia Militar do lado do Via Shopping”, conta.

“A Polícia já tinha uma foto dele, parece que uma outra mulher já tinha caído no mesmo golpe”, diz a vítima. “O que esse homem levou de mim foi minha fé nas pessoas, eu jamais faria isso de novo. Ele usou o lado nobre do ser humano para fazer isso comigo. Eu passei por um terror emocional muito forte, minha pele seca, a perna sem força e uma taquicardia”, afirma.

Uma fonte da Polícia Militar contou ao BHAZ que uma outra mulher relatou ter sido vítima de uma abordagem semelhante no mesmo fim de semana. Ao registrar o fato, os policiais mostraram uma foto do suspeito para a corretora, que o reconheceu. Segundo ela, trata-se de um homem negro, com altura entre 1,70 e 1,79, que vestia calça jeans, camisa escura e tênis.

A Polícia Civil informa que o caso será investigado pela 2ª Delegacia do Barreiro.

Fonte:https://bhaz.com.br/2019/05/07/golpe-atropelamento-sequestro-bh/

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here