Início Notícias Minas Gerais Janones vence queda de braço com partido Novo e bancos são proibidos...

Janones vence queda de braço com partido Novo e bancos são proibidos de negativar brasileiros durante a crise

Foi aprovado na tarde desta quinta feira (09-04), projeto de lei que impede que os bancos incluam nos cadastros de inadimplentes, o nome de brasileiros que não conseguirem pagar as suas dívidas durante o mês de abril, maio e junho, em decorrência da crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus.

O debate em torno da matéria foi bastante acalorado, apesar do projeto ser de autoria da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), teve como principal defensor o Deputado Federal André Janones (Avante-MG) e contrariamente os Deputados do Partido Novo.

Logo pela manhã, após o Novo ter encaminhado voto contra o requerimento de urgência para pautar a matéria, Janones fez forte críticas, acusando o partido de defender o sistema financeiro, em detrimento da população durante a pandemia.

Mais tarde, já durante a votação da matéria, o Deputado Alexis Fonteyne falando em nome do Partido Novo, voltou a defender odireito das agências bancárias negativarem o nome dos inadimplementos, mesmo durante a pandemia e orientou pela rejeição do projeto. Segundo o Deputado, a medida apesar de aparentar ser boa para os brasileiros, poderia acarretar em elevação das taxas de juros para a tomada de credito. Já que a elevação do risco diminui, segundo o deputado, a propensão à concessão de novas operações.

Ao final, o projeto foi aprovado e Janones, ainda durante a sessão plenária, utilizou o microfone para agradecer pela aprovação, e disparar mais uma vez contra o partido Novo: “ Quero aqui agradecer e parabenizar aos demais Deputados pela aprovação do projeto, e denunciar o que o Partido Novo tentou fazer na tarde de hoje. O mesmo partido do governador Romeu Zema, que não paga o salários dos professores. O que tentaram fazer foi tirar aquilo que é a única coisa que muitos brasileiros tem: o nome! O recado do partido novo para o Brasil é: não trabalhem, não tenham salário, mas paguem suas contas em dia!”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here