Metrô de BH finalmente poderá ser ampliado; audiência acontecerá nesta semana

O projeto de ampliação do metrô de Belo Horizonte finalmente poderá sair do papel e virar realidade. De acordo com o deputado federal Diego Andrade (PSD), a bancada mineira, juntamente com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), cobrará a execução da obra durante o processo de renovação das concessões de ferrovias.

“Esta é uma questão histórica e que as pessoas ficam muitas vezes desacreditadas devido à falta de recursos. Mas teremos a renovação de concessões das ferrovias brasileiras e a maior parte está em Minas Gerais. Vamos conversar para que possamos exigir, como contrapartida da renovação, a execução da ampliação da linha até o Barreiro”, disse.

O metrô de BH iniciou as atividades em agosto de 1986 e no começo eram somente seis estações que ligavam o bairro Eldorado, em Contagem, à Lagoinha, no Centro da capital. No ano seguinte um aporte possibilitou que a operação se estendesse até a estação Central. Em 2002 a conclusão da forma como é hoje: do Eldorado até a Vilarinho, na região de Venda Nova.

Líder da bancada em Brasília disse que união será essencial para que a ampliação do metrô aconteça (Vitor Fórneas/BHAZ)

Na próxima quinta-feira (11) acontecerá uma audiência em Brasília que contará com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, dos deputados federais mineiros e de Alexandre Kalil. “A presença do Kalil é muito boa, pois ele é incisivo e faz uma boa administração e é um assunto direto pra BH. Temos uma oportunidade única de viabilizar um dos gargalos que a bancada é tão cobrada que melhorará o trânsito para os belo-horizontinos e mineiros”.

Diego Andrade participou de um café da manhã com o prefeito da capital e ao final do encontro informou que uma equipe da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) apresentou o projeto de ampliação do metrô para Kalil.

Para que as obras de ampliação do metrô aconteçam, Diego ressaltou a necessidade da união entre os parlamentares. “Minas já perdeu muito e agora precisamos de unidade. Colocar o interesse público em primeiro lugar e buscar executar as obras junto aos governos”, disse ao comentar sobre os possíveis problemas que podem ser encontrados com relação a questões ideológicas. “Não podemos perder esta oportunidade de convencer os técnicos de que esta obra inacabada e já desapropriada possa ser executada pela concessionária”.

As obras da Linha Dois do metrô de BH que ligariam a região do Barreiro ao Calafate chegaram a ser iniciadas em 1998. No entanto, só duraram até o ano de 2003, quando foram paralisadas e até o momento não foram retomadas.  

Fonte:https://bhaz.com.br/2019/04/08/metro-de-bh-ampliacao/

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here