Minas deve perder 100 mil empregos em 2019 com crise na mineração, diz Fiemg

Um estudo apresentado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) nesta segunda-feira (6) aponta que o estado deve perder cerca de 100 mil empregos em 2019 por causa da crise na mineração. Para tentar compensar as perdas bilionárias na mineração após o desastre da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana, a Fiemg lançou nesta segunda-feira um plano de investimentos, o Pacto por Minas.

Com a crise no setor, a Fiemg prevê pelo cenário atual uma queda na produção de minério de 245 milhões de toneladas até 2021. A queda do produto interno bruto (PIB) do estado deve chegar a 2,5%, neste ano.

O plano de investimentos é de R$ 44 bilhões: R$ 24 bilhões seriam recursos privados e R$ 20 bilhões do governo federal.

A iniciativa defende a união de empresários e políticos em favor de mais investimentos do Governo Federal, no estado. O encontro foi na sede da federação e teve a participação de deputados federais e senadores do estado, além de líderes empresariais.

Projetos

O plano conta com 28 projetos em cinco áreas, entre elas:

  • Na saúde, a ampliação do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia;
  • Na habitação, liberação recursos para obras da Companhia de Habitação do Estado (Cohab);
  • A maioria dos projetos é para a área de infraestrutura: será pedido o aumento de recursos para a duplicação da BR-381 e serão apresentadas propostas de concessões de rodovias à iniciativa privada, como as BRs 364,365, 040, 116, e 262; também há um projeto para o Anel Rodoviário de BH.

Fonte:https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/05/06/minas-deve-perder-100-mil-empregos-em-2019-com-crise-na-mineracao-diz-fiemg.ghtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here