Motoristas de aplicativos marcam manifestações e paralisações em BH

Motoristas de aplicativo da capital mineira devem aderir nesta quarta-feira (8) ao movimento de paralisação global chamado de “Uber Off” (Uber desligado), em protesto contra os valores pagos aos motoristas da empresa. 

Mais de 2 mil condutores em Belo Horizonte prometeram desligar seus aplicativos e 400 confirmaram presença em ato marcado para a manhã de quarta-feira em frente ao Estádio Mineirão. 

Entre as reivindicações dos motoristas de BH estão a redução da taxa cobrada pela Uber para 12%, a redução do valor mínimo da viagem para R$ 7 e melhorias no cadastro de passageiros e motoristas. 

“Essa manifestação acontece no mundo inteiro porque estão todos revoltados com as tarifas praticadas pela Uber. Hoje o percentual gira em torno de 25% até 50%. Ou seja, em uma viagem de R$ 10 eu posso ganhar R$ 5. Sem contar o que tenho que tirar com gasolina e despesas com o carro”, explicou Iori Takahashi, coordenador do Movimento dos Motoristas de Aplicativo de Minas Gerais. 

Segundo Iori, a manifestação convocada para as 7h, em frente ao Mineirão, reunirá motoristas de outras empresas de aplicativos, como 99 e Cabify. 

Os motoristas planejam uma carreata e prometem desligar os aplicativos até meia-noite. Outros grupos de condutores convocaram protestos para a região do Mangabeiras, na Praça do Papa. 

Pelo mundo 

A manifestação “Uber off” acontece no mesmo dia em que a Uber lançará ações na bolsa de valores. 

A expectativa é de que a abertura de capital (IPO) da empresa de transporte seja uma das maiores da história, movimentando mais de U$S 10 bilhões com a oferta de 180 milhões de ações. 

Condutores de várias cidades nos Estados Unidos e no Reino Unido convocaram atos de protesto cobrando melhores tarifas e mais transparência nas decisões das empresas. 

Confira a nota do Movimento de Motoristas de Aplicativos de Minas Gerais:

Diante dos fatos e realidade no qual o Brasil vive (aumentos de combustíveis, custo elevado na manutenção dos veículos, trânsito, insegurança), os motoristas de Aplicativos do Estado de Minas Gerais, vem junto a essas empresas apresentar as seguintes reivindicações para que o bom atendimento e funcionamento dos apps sejam continuados. 

1- Reajuste do valor pago ao motorista em 30% (Quilometragem e Tempo) 
2- Redução da taxa (%) para 12% 
3- Valor mínimo (viagem) pago ao motorista R$ 7,00 
4- Reajuste nos valores deverá ser baseado no aumento dos combustíveis (Gasolina)
5- Pagamento Taxa de cancelamento (principalmente quando o motorista já estiver em deslocamento). 
 6- O detalhamento do destino ao aceitar a corrida. 
7- Direito de defesa ao motorista referente a bloqueios e exclusões (inclusive aos que já foram punidos) 
 8- Taxa de deslocamento
 9- Tempo de espera máximo de 3 minutos 
10- Fila Virtual no Aeroporto de Confins. (Criar para 99 e visualizar na Cabify) 
11- Tarifa unificada para todo estado sem distinção de localidade 
12- Taxa de retorno quando se tratar de uma corrida acima de 90Km 
13- Melhorias no cadastro de Passageiros e Motoristas (mais segurança para ambos) 

Sendo assim, detalhamos tais fatos e cobramos providências urgentes. 

Belo Horizonte, 08 de Maio de 2019.

Fonte:https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/05/07/internas_economia,1051875/motoristas-de-aplicativos-marcam-manifestacoes-e-paralisacoes-em-bh.shtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here