Início Notícias Não há previsão para que 13º salário seja pago ao funcionalismo público,...

Não há previsão para que 13º salário seja pago ao funcionalismo público, diz governo de Minas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy, disse nesta terça-feira (12), na Cidade Administrativa, no bairro Serra Verde, na Região Norte de Belo Horizonte, que não há previsão para que o 13º salário do funcionalismo público seja pago.

Segundo o governo, depois da aprovação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) de explorar o nióbio em Araxá, na Região do Alto Paranaíba, o governo de Minas vai levar a operação do nióbio para a Bolsa de Valores.

O governo precisa de três a quatro semanas de operação na Bolsa de Valores para conseguir arrecadar o dinheiro necessário para pagar o 13º e o salário em dia. A expectativa é do secretário Otto Levy.

Ainda de acordo com o Executivo, a expectativa é de que Minas Gerais receba até 49% do adiantamento dos royalties do nióbio durante 12 anos. Pelo mesmo tempo, o estado vai continuar recebendo os outros 51%.

Levy falou que a parcela do salário mensal foi paga nesta segunda-feira (11), conforme o planejado, e que uma verba foi repassada aos municípios.

Ele disse também que já foram pagos R$ 8 bilhões em dívidas, mas que a cifra chegava aos R$ 34,8 bilhões.

Elogios

Zema fez um balanço do ano, citando avanços da administração, e disse que Minas Gerais ainda está em dificuldades, com limites tênues de respiro financeiro.

Na coletiva, foi a ALMG que tomou conta de boa parte das falas do governador e secretários. Elogios foram rasgados ao Legislativo e ao presidente da casa, deputado Agostinho Patrus (PV).

As falas demonstram que o governo entendeu, depois de sofrer no primeiro semestre do ano, que precisa da Assembleia para aprovar projetos e realizar as reformas que precisa.

Nesta segunda-feira (11), um acordo feito com deputados garantiu que o projeto do nióbio vai ganhar destaque para ser aprovado até o dia 18 de dezembro.

Fonte:https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/11/12/nao-ha-previsao-para-que-13o-salario-seja-pago-ao-funcionalismo-publico-diz-governo-de-minas.ghtml

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here