Polícia investiga pastor suspeito de assediar adolescentes em BH; ele nega

Um pastor de uma das maiores igrejas de Belo Horizonte está sendo investigado pela polícia por suspeita de assédio a duas adolescentes menores de idade, de 14 e 17 anos, e uma jovem de 18 anos.

Segundo a Polícia Civil do estado, o pastor da Igreja Batista Getsêmani pode ser acusado de importunação sexual e até de estupro, dependendo da conclusão do inquérito. O nome do pastor é Jerusan Batista Queiroz, de acordo com a igreja. Tanto o religioso quanto a Getsêmani negam as acusações. A instituição afastou o pastor de suas atividades enquanto aguarda o esclarecimento do caso

Fonte: UOL

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here