‘Que vento é esse?’: Rajadas atingem os 95 km/h em BH e ficam dois níveis antes de furacão; chuva continua

A ventania registrada em Belo Horizonte assustou os moradores da capital mineira durante a madrugada desta segunda-feira (2). As rajadas de vento ultrapassaram os 90 km/h na estação Cercadinho, do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Aliado a chuva, os ventos favorecem a sensação de frio durante a manhã.

Segundo o instituto, a maior velocidade dos ventos chegou aos 95 km/h, na altura do bairro Olhas d’Água, na região Oeste de BH, entre meia-noite e 3h. O índice fica apenas dois níveis antes de furacão, segundo a escala de Beaufort.

“Em Cercadinho, primeiro tivemos 91,8 km/h, depois os ventos se intensificaram. Por volta das 3h, a velocidade alcançou os 95 km/h, a maior registrada. Na Pampulha, as rajadas ficaram em torno de 43,5 km/h”, disse, ao BHAZ, o meteorologista Cléber Souza, do Inmet.

Como se mede?

A escala de Beaufort é usada para classificar a intensidade dos ventos e possui 12 níveis. A recebida pela capital mineira atingiu a décima, considerada de tempestade ou “muito dura”. Após esse índice, existem apenas dois: tempestade violenta e o último, furacão.

Escala Beaufort (Reprodução/Wikipedia)

‘Que vento é esse?’

A força dos ventos repercutiu entre os internautas nas redes sociais. Os usuários do Twitter pensaram que um furacão estava chegando na capital mineira. “Esse vento vai derrubar BH. Que isso”, “BH tá preparada pra ter um furacão? Que vento é esse”, tuitaram alguns usuários ao comentarem a rajada que passou na capital.

fonte: bhaz


Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here