Semana de treinos para titulares do Atlético servirá para consertar erros em jogadas de bola parada

No último domingo, o time titular do Atlético fez as pazes com as redes. O Alvinegro fez três gols no América e garantiu o triunfo por 3 a 2 no clássico. No entanto, o desempenho defensivo deixou a desejar no quesito cruzamentos na área. A equipe atleticana foi vazada em duas jogadas de bola parada. O próprio auxiliar de Levir Culpi, Luís Matter, que substituiu o treinador à beira do gramado, admitiu que a situação precisa ser melhorada.
“Foram dois gols de bola parada, uma questão bem específica, onde normalmente a gente é muito forte, tanto na parte ofensiva, quanto defensiva. O que ficou agora desse último jogo é treinar a bola parada. Quem sabe não tomando esses gols a gente consiga equilibrar o jogo. A gente tinha um objetivo maior hoje, que era a vitória e a manutenção do primeiro lugar. Agora vamos ter um tempo para trabalhar, ajustar e avaliar os gols que sofremos. Vamos curtir um pouquinho, porque estávamos com muita pressão”, disse o auxiliar.
Apesar de contar com uma dupla de zaga alta – Réver tem 1,92m e Igor Rabello tem 1,91m -, o Atlético não está conseguindo evitar as jogadas de bola aérea. 
Na temporada, os titulares do Atlético levaram nove gols em dez partidas. Destes, cinco surgiram em cruzamentos na área (55,5% do total). O restante surgiu em dois gols de pênalti, um em tabela na área e um de fora da área (veja o detalhamento dos gols de bola aérea no fim).
O técnico Levir Culpi deve aproveitar a semana para tentar corrigir os problemas. Nesta quarta-feira, às 21h30, o Alvinegro visita o Tupynambás, em Juiz de Fora, pela última rodada da primeira fase. Como já está classificado, o Galo vai jogar com os reservas. Alguns dos suplentes mais utilizados, no entanto, ficam na Cidade do Galo.
Gols de bola aérea sofridos pelo Atlético
05/02/2019 – Danubio-URU 2 x 2 Atlético – Leandro Sosa cruzou para a área da direita, Sergio Felipe apareceu nas costas de Fábio Santos e cabeceou para as redes
06/03/2019 – Atlético 0 x 1 Cerro Porteño-PAR – Ruíz cruzou da direita e Churín aproveitou indecisão de Réver e Victor para marcar. A bola bateu no atacante e morreu nas redes
12/03/2019 – Nacional-URU 1 x 0 Atlético –  Viña cruzou da esquerda para Bergessio, que subiu mais alto que Igor Rabello e testou com firmeza para vencer o goleiro Victor
17/03/2019 – Atlético 3 x 2 América – Após cobrança de escanteio e indefinição na área alvinegra, a bola sobrou livre para Felipe Azevedo finalizar sem chances para Victor
17/03/2019 – Atlético 3 x 2 América – Marcelo Toscano cobrou falta lateral. O zagueiro Paulão subiu mais que Igor Rabello para marcar

Fonte:https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2019/03/19/noticia_atletico_mg,573401/com-treinos-atletico-tentara-consertar-erros-em-jogadas-de-bola-parada.shtml

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here