Tempo seco e fumaça tiram o ar das crianças e lotam hospital infantil de BH

A combinação de tempo seco com queimadas florestais tem levado muitas crianças com problemas respiratórios ao Hospital Infantil João Paulo II, em Belo Horizonte.

A umidade do ar na capital mineira chegou a 12% nessa quarta-feira (18), o dia mais seco do ano, com índices semelhantes ao de deserto. 

Para complicar,  uma névoa de fumaça tomou conta da cidade na noite de quarta-feira por causa das queimadas na capital e região metropolitana.

Tosse e choro

O pequeno Samuel, de apenas 2 meses de idade, precisou ser levado às 2h da madrugada desta quinta-feira para o Hospital João Paulo II. 

Segundo a mãe dele, a autónoma Júnia Gonçalves, de 20 anos, que mora no bairro Morada Nova, em Ibirité, na região metropolitana, o bebê não consegue respirar por causa do tempo seco, tosse e chora muito.

“Ele está com muita dificuldade de respirar por causa do tempo seco e chora muito. Acabou ficando com asma”, lamentou a mãe.

Samuel também apresentava secreções nos olhos e espirrava muito. “Só foi no tempo ficar desse jeito que ele começou a adoecer. Está tomando remédio tida hora”, lamentou a mãe. “Tem três dias que eu não durmo. Não estou nem me alimentando por causa dele”, comentou Júnia.

Cheiro de fogão à lenha

O tempo seco também afetou a saúde de Miguel, de 7 anos, que também precisou ser levado ao João Paulo II pela mãe, a secretária Fabíola Rezende Lemos, de 45 anos.

Segundo a mãe, a fumaça que tomou conta de Belo Horizonte na quarta-feira só piorou s situação. “A cidade ficou com cheiro de fogão à lenha”, comparou a secretária. 

Além de dificuldade de respirar, Miguel também reclamava de dores no peito.

Fonte:https://www.google.com/amp/s/www.otempo.com.br/mobile/cidades/tempo-seco-e-fumaca-tiram-o-ar-das-criancas-e-lotam-hospital-infantil-de-bh-1.2238742%3Famp

Desenvolvimento de software sob medida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here